Novidades da SanDisk: 256GB para seu Android, iPhone ou iPad!
mar01

Novidades da SanDisk: 256GB para seu Android, iPhone ou iPad!

A SanDisk mostrou na MWC um cartão microSD Extreme smartphones e tablets Android de 256GB, e também um iXpand e um Connect Wireless Stick com a mesma capacidade para iPhones e iPads.

Mais...
iPad Pro: um iPad realmente exagerado, no bom sentido
set11

iPad Pro: um iPad realmente exagerado, no bom sentido

Ouvi algumas pessoas falando mal do novo iPad Pro, apresentado pela Apple em um evento em Cupertino nesta semana, mas tenho que discordar, um iPad com tela maior pode ser muito indicado para vários profissionais. Com quatro caixas de som, o iPad Pro é indicado para trabalho e lazer, sendo ótimo tanto para apresentações quanto para assistir a filmes e vídeos. O iPad Pro é impressionante em todos os números, a começar pela tela de 12.9” com resolução de 2732 × 2048 pixels, a maior até hoje em um aparelho iOS. Esta tela é realmente grande, 78% maior do que a tela do iPad Air 2. O processador A9X é a terceira geração de chips de 64-bits da Apple, com poder de processamento comparável ao de desktops e PCs, segundo a empresa. O desempenho é 1.8 vezes melhor do que o já rápido iPad Air 2, e se compararmos com o iPad original, 22 vezes melhor, com performance gráfica até 360 vezes superior. Vamos falar do peso do novo iPad Pro? Bem, ele é um verdadeiro peso pesado, com 713 gramas na versão Wi-Fi e 723 gramas na versão 4G, mas é o preço que se paga para um aparelho com uma tela com resolução Retina destas dimensões, com uma bateria que dure quase o dia todo. Só para comparação, o iPad original pesava 680 gramas na versão Wi-Fi, e 730 gramas na versão com 3G, enquanto o iPad Air 2 do ano passado pesa apenas 437 gramas na versão Wi-Fi e 444 gramas na versão 4G. Com todo o seu peso e seu tamanho generoso, o iPad Pro foi feito para artistas, desenhistas, médicos, arquitetos e engenheiros, ou qualquer um que precise de uma tela maior para realizar as tarefas do dia a dia. O grande diferencial de um iPad em relação a um tablet Android continua a ser o sistema, e os aplicativos que foram criados especialmente para ele. As semelhanças, bem… Rodando o novo iOS 9, o Pad conta com alguns truques que a Apple aprendeu com a concorrência e que serão muito úteis em um tablet com uma tela tão grande: o Slide Over, que permite abrir um app na barra lateral do iPad; a divisão de tela Split View, com uma barra para você ajustar o espaço de cada app; e o Picture in Picture, onde você pode deixar uma pequena janela com sua chamada no Facetime ou Skype ou até mesmo para ver um vídeo no YouTube enquanto você faz outra coisa. A Apple foi criticada por copiar a Microsoft com a capa com teclado, mas isto não parece ter incomodado a empresa de Redmond, que aliás participou...

Mais...
iPad Mini 3 continua praticamente o mesmo, mas agora tem TouchID
out17

iPad Mini 3 continua praticamente o mesmo, mas agora tem TouchID

O iPad Mini também ganhou nova versão, mas ao contrário do irmão maior, não ganhou o novo processador A8X, ficando com o mesmo A7 do ano passado, além de também não ser mais fino ou mais leve que o modelo anterior. Em compensação, o novo iPad Mini 3 tem o utilíssimo botão TouchID, e a bem da verdade, o Mini 2 também já contava com um excelente desempenho. Acredito que desta forma, a Apple consegue manter uma diferença estratégica entre os dois modelos, em uma estratégia que pode se mostrar eficiente, afinal o iPad Mini tem um grande potencial para roubar vendas do modelo maior. Outro efeito colateral é que os donos do iPad Mini 2 não precisam se sentir obrigados a comprar a nova versão, a não ser que façam questão do TouchID. Assim como o iPad Air 2, ele também ganhou uma versão dourada. Os preços são a partir de US$ 399 (lá fora) na versão Wi-Fi de 16GB. Saiba mais sobre o iPad Mini 3 na...

Mais...
iPad Air 2 com TouchID: menor, mais leve e tão fino quanto potente
out17

iPad Air 2 com TouchID: menor, mais leve e tão fino quanto potente

A Apple apresentou ontem o novo iPad Air 2, que tem uma espessura de apenas 6,1 mm, ou seja, consegue ser 18% mais fino que o iPad Air, assumindo o posto de tablet mais fino do mundo. Ele também é bem mais leve, com apenas 435 gramas. A Apple garante que o case unibody de alumínio é bem resistente e sólido, apesar de tão fino. Outra novidade bem interessante é o botão TouchID, que qualquer pessoa que tenha um iPhone com o recurso sabe que é algo que realmente funciona e faz a diferença no dia-a-dia. O processador A8X foi criado especificamente para o iPad Air 2, e é 40% mais rápido que o A8, com gráficos até 2 vezes e meia mais rápidos. O iPad também conta com o processador M8, que monitora seus movimentos, calibra todos os sensores do iPhone e conta com um barômetro. A rede Wi-Fi do iPad Air 2 é até 2 vezes mais rápida que a do iPad Air original, segundo a Apple. Ele também tem versão 4G. A câmera iSight do iPad Air 2 também foi totalmente reformulada, passando de 5 para 8 megapixels, e pode gravar vídeos em 1080p. Você pode tirar panorâmicas de até 43 megapixels, fazer um timelapse, ou gravar vídeos em câmera lenta com até 120 frames por segundo em qualidade HD. Ele também conta com dois microfones. A câmera frontal também foi melhorada. O processamento das imagens das câmeras também é feito pelo processador A8X. A tela combina três camadas em uma, eliminando o espaço entre o LCD e o vidro, o que melhora as cores e o contraste das imagens. Ela também tem uma camada anti-reflexo que promete eliminar até 56% dos reflexos. Os preços são a partir de US$ 499 (16GB), US$ 599 (64GB) e US$ 699 (128GB). Saiba mais sobre o iPad Air 2 na Apple. Além do iPad Air 2, a Apple também lançou o iPad Mini 3, saiba mais aqui. Clique abaixo para ver um vídeo e outras imagens....

Mais...
Com a Foosball Table você pode jogar totó/pebolim no iPad!
out14

Com a Foosball Table você pode jogar totó/pebolim no iPad!

O iPad Foosball Table foi feito sob medida para os fanáticos pro futebol de mesa, mais conhecido como totó ou pebolim. Com ele seu iPad se tornará ainda mais divertido, permitindo que você jogue com seus amigos ou família, e fazendo a alegria das crianças. O case tem pés e controles laterais de borracha. O iPad Foosball Table custa US$ 100 (lá fora), e pode ser comprado na Uncommon Goods, que faz entregas no Brasil. Conheça também estas incríveis mesas de totó/pebolim no nosso blog co-irmão, o Blog de Brinquedo! Via...

Mais...
Manatee, um suporte para usar o iPad sem as mãos
out04

Manatee, um suporte para usar o iPad sem as mãos

Com o nome do simpático peixe-boi, o suporte Manatee foi criado para quem precisa trabalhar em pé com o iPad, ou então pra assistir a filmes ou usar seu tablet favorito deitado na cama sem ter que ficar segurando com as mãos. A base de aço tem altura ajustável, e o iPad fica totalmente protegido por uma borda de silicone ligada a uma esfera de madeira, que permite que você ajuste o ângulo como ficar mais confortável. O suporte é compatível com todos os iPads (menos o iPad Mini), e pode ser usado sem tirar a capa. Saiba mais sobre o suporte Manatee. Via The Gadgeteer. Clique abaixo para ver um...

Mais...
iSense, scanner 3D para iPad
ago22

iSense, scanner 3D para iPad

O iSense é um scanner 3D pequeno e leve que funciona acoplado a câmera do iPad, e que foi apresentado pela primeira vez na CES deste ano. Com ele, é possível capturar em 3D objetos do dia a dia e depois ajustá-los em um app para impressão em 3D. O acessório está sendo vendido no Japão por um preço nada amigável, 70 mil yens ou mais de US$ 600. Pelo menos ele é bem divertido. Saiba mais na 3D Systems. Via Akihabara News. Clique abaixo para ver um vídeo....

Mais...
Apple anuncia o iOS 8 com notificações interativas, teclados de terceiros e outras novidades
jun03

Apple anuncia o iOS 8 com notificações interativas, teclados de terceiros e outras novidades

Não foi somente o OS X Yosemite que brilhou no palco da WWDC nesta segunda-feira. O iOS, uma das meninas dos olhos da Apple, também recebeu destaque no evento, quando a versão 8 do OS mobile foi anunciada, trazendo novidades mais voltadas às features do que ao visual, como ocorreu do iOS 6 para o 7. A primeira novidade apresentada foi uma melhoria significativa nas notificações do iOS, que passaram a permitir que os usuários interajam diretamente delas sem a necessidade de abrir o aplicativo que gerou a notificação. Similar ao que já existe no Android, o usuário poderá, por exemplo, responder uma mensagem de texto sem ter que abrir o Mensagens ou curtir/comentar uma atualização dos contatos no Facebook. Quem também ganhou uma nova funcionalidade foi o “app switching”, aquelas miniaturas que aparecem quando o usuário toca no botão “Home” duas vezes. Na nova versão do OS, há um melhor aproveitamento da tela, passando a exibir, logo acima das miniaturas, os contatos com os quais o usuário mais se comunica. O Safari não foi esquecido e, no iPad, ele passa a contar com a visualização em tela cheia já presente no iPhone, que oculta todas as opções do navegador, deixando aparente somente a barra de endereços. O Mail também ganhou novos gestos para melhorar a usabilidade e facilitar a vida dos usuários. Quem está acostumado com o SwiftKey no Android sabe o quão interessante é o teclado e, felizmente, a Apple não esqueceu deste item no iOS 8. Além de ter adicionado o novo recurso QuickType, que tenta prever qual será a próxima palavra digitada pelo usuário se baseando no contexto da mensagem, a empresa da maçã surpreendeu a todos ao anunciar que, a partir da próxima versão do OS mobile, os usuários poderão utilizar teclados de terceiros, uma novidade para lá de interessante. Não foi somente no teclado que a Apple se espelhou em outros sistemas ou aplicativos. O Mensagens foi outro que recebeu a atenção da empresa e, a partir do iOS 8, passará a contar com a possibilidade de enviar mensagens de áudio aos contatos, criar grupos de amigos e silenciar conversas de forma individual no melhor estilo WhatsApp de ser. Os usuários também poderão compartilhar a sua localização com os amigos. Como rumores já apontavam, a nova versão do iOS terá foco na saúde do usuário. Através do HealthKit e utilizando informações fornecidas por aplicativos de outras empresas, como o Nike+ Running e o Nike+ Move, o aplicativo Health passará a fornecer, aos usuários, um panorama completo sobre a sua saúde, como pressão arterial, batimentos cardíacos e informações sobre seu peso e nível de...

Mais...
Apple anuncia o Yosemite, a décima versão do OS X
jun03

Apple anuncia o Yosemite, a décima versão do OS X

Um dos dias mais aguardados pelos fãs da Apple finalmente chegou. Na tarde desta segunda-feira, Tim Cook subiu no palco do Moscone Center, em São Francisco, para anunciar as novidades voltadas para os desenvolvedores durante a WWDC 2014. Entre as novidades mais esperadas, estava a versão 10.10 do OS X, que, desta vez, se chama Yosemite. Entre muitas melhorias e novidades, certamente a que mais impactou os desenvolvedores presente e todos que acompanharam a transmissão ao vivo realizada pela empresa foi o novo design do sistema operacional. Seguindo a mesma linha do iOS 7, o novo OS tem ícones no melhor estilo “flat”, além de uma interface bem mais colorida e do novo ícone da emblemática lixeirinha, que passou a ser de vidro, não mais de metal. Mas não foi só o visual do OS que mudou. A Central de Notificações, por exemplo, ficou muito parecida com a que conhecemos hoje no iOS 7, mas ganhou alguns novos recursos, como a possibilidade de o usuário adicionar widgets, além de passar a exibir informações relevantes ao dia do usuário, como compromissos, lembretes e a previsão do tempo. Quem também recebeu uma grande reformulação foi o Spotlight, que, agora, passa a ser exibido no centro da tela. Além de permitir que os usuários façam pesquisas por documentos e aplicativos, ele passará a fazer conversões e a fazer pesquisas na web, tudo a partir de um único lugar. Outra novidade do OS X Yosemite é o iCloud Drive, um serviço de armazenamento na nuvem da Apple que permitirá que os usuários salvem qualquer tipo de arquivo, não se limitando mais as fotos, vídeos e backups gerados automaticamente pelo sistema. Como consequência dessa mudança, os valores do armazenamento foram atualizados, passando a custar US$ 1/mês por 20 GB e US$ 4/mês por 200 GB, mas os 5 GB gratuitos foram mantidos. O novo serviço fará a sincronia entre todos os dispositivos da Apple, além de permitir o acesso fácil aos arquivos através de computadores com Windows ou via web. Para quem tem iPhones, iPads e/ou iPods touch, a Apple também preparou ótimas novidades. No Yosemite, os usuários poderão atender e realizar chamadas do iPhone no Mac, bem como responder um SMS recebido no celular diretamente da tela do computador. Já com o Handoff, os usuários poderão começar a escrever um e-mail no Mac e continuar redigindo a mensagem no iPhone ou iPad, por exemplo. O Yosemite também passará a contar com o Instant Hotspot. Com ele, os usuários poderão ativar o compartilhamento de conexão do iPhone ou iPad sem ter que tocar no aparelho. Através da opção de conexão Wi-Fi, os dispositivos conectados...

Mais...
Osmo, um jogo para iPad que captura objetos do mundo real
maio22

Osmo, um jogo para iPad que captura objetos do mundo real

O Osmo é um jogo bem interessante, que permite que as crianças interajam com o iPad de uma forma totalmente nova, misturando o mundo real com os jogos na tela do tablet. O kit tem um espelho que você encaixa na câmera e que a direciona para capturar tudo o que é posicionado na frente da tela, assim os aplicativos compatíveis podem reconhecer objetos. Por enquanto existem três apps compatíveis, um inspirado no clássico jogo de peças Tangram, o jogo de palavras Word e o Newton, que é o mais interessante de todos, pois deixa você desenhar o que quiser, para depois brincar em cima dos seus rabiscos. O preço oficial é US$ 100, mas se você comprar na pré-venda, tem um belo desconto, US$ 57 com frete (para os Estados Unidos). O kit é compatível com o iPad Air, iPad Mini e todos os outros iPads que tenham câmera frontal. Saiba mais sobre o Osmo. Clique abaixo para assistir ao...

Mais...
Gnome transforma seu iPad em uma caixa registradora
maio20

Gnome transforma seu iPad em uma caixa registradora

O Groupon mostrou sua solução para transformar o iPad em uma caixa registradora em pontos de vendas, o Gnome. O acessório foi feito sob medida para concorrer com a Square, que além de um dock para iPad, também oferece outra solução ainda mais simples. O Gnome vai aceitar todos os cartões para pagamento, além de cupons do próprio Groupon, é claro. Além de facilitar a vida do lojista na hora de receber os pagamentos, o objetivo é permitir que eles possam acompanhar melhor os usuários do Groupon, que antes entravam com os vouchers e depois saíam praticamente anônimos. A empresa também espera que o Gnome funcione para que os consumidores encontrem lojas e serviços legais na sua cidade, como o Foursquare. Tudo me parece válido como tentativa de encontrar outro modelo de negócio, já que o negócio de cupons não tem mais a mesma força de alguns anos atrás. O custo para o lojista é de US$ 10 dólares por mês (iPad não incluído). Saiba mais sobre o Gnome. Via...

Mais...
Padcaster, para quem realmente leva a sério a proposta de usar o iPad para gravar vídeos
fev07

Padcaster, para quem realmente leva a sério a proposta de usar o iPad para gravar vídeos

O Padcaster é o produto bem curioso, feito para quem realmente acredita que o iPad foi feito para filmagens, o que definitivamente não é o meu caso. Com ele você pode montar seu iPad em um tripé para gravar vídeos com maior qualidade graças a uma lente grande angular, um microfone externo para captar o áudio e uma iluminação auxiliar com luzes LED. Gostou? Então saiba que esta brincadeira custa cerca de US$ 149 (lá fora). Saiba mais sobre o Padcaster Kit. Via The Red...

Mais...
/* Track outbound links in Google Analytics */