Star Trek: Discovery, 2a Temporada, Audaciosamente Indo Além — Sala da Justiça #69

No podcast Sala da Justiça dessa semana, eu e Ronaldo recebemos a visita dos nossos amigos Thiago Siqueira do Rapadura Cast e Sergio VDS do Ex-Libris pra um papo descontraído e divertido sobre a segunda (ótima) temporada de Star Trek: Discovery, que acabou no mês passado e pode ser assistida na Netflix. Aviso de spoilers: caso você ainda não tenha assistido a temporada, e tenha interesse em assistir, recomendamos que não ouça o cast, que está repleto de spoilers, nem leia esse post, que vai pelo mesmo caminho. No programa de hoje, falamos sobre como a temporada falou sobre religião, algo raro na franquia Star Trek, e que lembrou Deep Space 9, que tinha no tema um dos seus pilares. A relação entre Spock e Michael na série a princípio parece um poço infinito de DRs, mas depois evolui bastante. Também procuramos responder as seguintes perguntas, entre tantas outras: será que Michael Burnham chora demais por ter três mães e nenhuma dar uma bronca nela? Qual a ligação da Seção 31 com o Ato Patriótico dos Estados Unidos? Por qual motivo gostamos de personagens cinzas, que não temos certeza se são heróis ou vilões? O que exatamente é o Controle, que acaba possuindo o Agente Leland (dica: não é o espírito do Ragatanga)? Também falamos bastante sobre o último episódio da temporada, que deixou a porta aberta para uma série completamente diferente no ano que vem, e sobre a qual falei bastante na minha resenha. A engenheira Jet Reno (Tig Notaro) mais uma vez rouba todas as cenas nas quais aparece, e se mostrou uma das melhores coisas da série, além de vital para que a trama do final dê certo. A Rainha Po, que foi apresentada no episódio da Tilly em Short Treks, também acabou sendo essencial para o plano de Michael Burnham e Spock, assim como os Kelpianos, liderados pela irmã de Saru, Siranna, também apresentada no Short Treks passado em Kaminar. Se você curte nosso podcast SdJ, não deixe de participar do nosso grupo exclusivo no FB e Telegram, no qual você pode interagir diretamente com os participantes do cast por apenas R$ 15 no nosso Padrim ou PicPay, uma verdadeira pechincha. Achou caro? Também aceitamos contribuições a partir de R$ 1. Aproveite pra assinar nosso feed e não perca nenhum episódio. Pra quem preferir, a Sala da Justiça também está no Spotify! Comentários, críticas, sugestões e avisos sobre possíveis erros nossos podem (e devem) ser mandados pelo email exclusivo da Sala: saladajusticadomb@gmail.com. Ouçam também nossos outros podcasts dedicados inteiramente a Star Trek: Sala da Justiça #56 — Star Trek Discovery, nós somos a Frota Estelar!...

Read More

Sala da Justiça #54 — a balcanização dos serviços de streaming

Sejam todos bem-vindos a mais um Sala da Justiça, nosso podcast semanal sempre recheado de bom humor, informação e muita opinião! Nesta semana o programa trata da balcanização dos serviços de streaming: o que começou como um sonho possível de ter todos os nossos filmes, séries, animações e documentários numa só plataforma, por um preço razoável e acessível se transformou na Festa da Uva, com cada estúdio e produtora retendo suas propriedades intelectuais para si e lançando apps próprios. Netflix, Hulu, Amazon Prime, HBO Go, Crunchyroll, Fox, CBS, Disney, PSN, Xbox Live, etc etc etc e tal; quem tem condições de bancar por cada um deles para poder assistir a tudo na legalidade? O rodízio conforme o lançamento de temporadas é uma boa solução? Ou vai todo mundo migrar novamente para a Locadora do Paulo Coelho? Ronaldo, Cardoso e Gilson batem um papo sobre como tudo começou e os fatores que levaram à bagunça que temos hoje, e tentam delinear qual a melhor solução para os assinantes. Mande suas perguntas ou comentários pelo twitter usando a hashtag #SJMB e não esqueça de assinar nosso feed! https://media.blubrry.com/saladajustica/p/archive.org/download/sdj-54/sdj-54.mp3Podcast: Play in new window | DownloadSubscribe: Android |...

Read More
/* Track outbound links in Google Analytics */