Galaxy Note 8, um smartphone Android para a todos governar

A Samsung anunciou hoje em seu tradicional evento Unpacked em Nova York o esperadíssimo Note 8, e antes de mais nada, vou logo fazer a também tão esperada piada para que a gente possa prosseguir com o post, tá? Espera-se que o Note 8 seja explosivo apenas nas vendas. Pronto, vamos lá. Pra mim, o mais interessante é saber quais são as diferenças entre ele e o S8+, meu atual smartphone. As duas primeiras diferenças são as câmeras.

As duas câmeras do Note 8 são o grande diferencial do aparelho, com 12 megapixels cada, e abertura f/1.7 e f/2.4. O esquema é o que você já deve estar imaginando, uma câmera com lente wide, para captar imagens com maior ângulo de visão, e a outra com zoom óptico de 2x. Nada de muito revolucionário, mas este é o primeiro smartphone com câmera dupla a ser equipado com um estabilizador de imagens nas duas lentes.

Em termos de software, a Samsung apresentou com grande novidade o modo Live Focus, que funciona exatamente igual ao modo retrato do iPhone 7 Plus e do Zenfone 3 Zoom, a diferença é que a Samsung permite que você ajuste a intensidade do desfoque do fundo, e inclusive faça o ajuste mesmo depois da foto ser tirada. Este tipo de recurso, só testando pessoalmente mesmo para avaliar, e por enquanto só tive a chance de testar o sistema da Asus, que funciona muito bem. Ah, e com as câmeras do Note 8, você também pode tirar duas fotos ao mesmo tempo, no modo Dual Capture.

O processador é o mesmo, um Snapdragon 835 nos Estados Unidos, com o topo de linha da Samsung nos modelos lançados no resto do mundo, um Exynos 8895 octa-core. O Note 8 tem 6GB de RAM (contra 4GB da linha S8) e a sua tela é um pouquinho maior que a do Galaxy S8+ (com 6.3″ contra 6.2″). A bateria, em compensação, é um pouco menor, com 3300 mAh contra 3500 mAh do S8+, algo certamente explicado pelo triste caso do Note 7, desta vez a Samsung optou por ser bem conservadora para evitar problemas a qualquer custo.

O Note 8 tem espessura de 8,6mm contra 8,1mm, e também é mais pesado (195 gramas contra 173 gramas) do que o S8+. A curva da tela é menos pronunciada que na linha S8, uma opção que a Samsung justificou como oferecer maior espaço de desenho na tela para a caneta s-pen. Em termos de design, gosto muito do S8+ que é bem parecido com o novo Note, mas acho questionável o botão Bixby, e também a posição do leitor biométrico ao lado da câmera. A Samsung já explicou que foi uma decisão tomada para poder incluir uma bateria maior na linha S8 (mas no Note 8, este não foi necessariamente o caso, já que a bateria dele é bem menor que a do S8+).

A caneta s-pen agora conta sensibilidade de 4096 níveis de pressão, algo que meus amigos artistas e desenhistas certamente irão adorar, mas a minha função favorita da linha Note continua a ser o Screen Off Memo, que permite que você faça anotações sem precisar ligar o smartphone. Agora ele ficou ainda melhor, com pois você pode fazer até 100 páginas de anotações! A s-pen também ganhou um recurso para traduzir parágrafos, que parece bem útil, se você se lembrar de usar.

O Live Message é uma maneira de gravar uma animação de você desenhando com a s-pen e enviando para algum amigo em qualquer plataforma, através do app que estiver usando. Algo parecido com o que a Apple já faz, mas desta vez sem a restrição ao iMessage. Um recurso interessante permite que você crie um ícone na lateral Edge para abrir dois aplicativos ao mesmo tempo, e ter acesso aos programas que você mais usa de forma rápida.

Pra terminar, o Dex ganhou uma atualização que agiliza a transição entre a tela do smartphone e da TV, que agora é quase instantânea (pelo meno pelos depoimentos de quem estava lá no evento).

Agora um comentário. O curioso dos eventos de tecnologia de hoje em dia é que na mesma hora em que a apresentação começa, os principais blogs (como The Verge) já saem publicando seus posts sobre o aparelho, muitas vezes com vídeo. Sei lá, Samsung, não seria melhor marcar a hora do fim do embargo pro fim do evento, ao invés de no começo? A empresa se dá ao trabalho de fazer um mega evento, chamar jornalistas do mundo todo, e aí deixa os outros furarem a pauta dessa maneira. Pra quem está lá (infelizmente não foi o meu caso) definitivamente isto é uma ducha de água fria. Acho feio, mas infelizmente virou moda. 

Pra finalizar, um elogio ao Unpacked 2017. As três telas do evento criaram um efeito bem impressionante, do apresentador estar flutuando no meio da cena. Detalhes de logística da apresentação à parte, o aparelho em si é lindo.

Gostou? Então saiba que o Note 8 deve custar módicos US$ 930 lá fora na sua versão desbloqueada, então prepare o bolso.

Saiba mais sobre o Galaxy Note 8 na Samsung.

Via MB.

Clique abaixo para ver os vídeos do Note 8. 

 

Autor: Nick Ellis

Compartilhe
/* Track outbound links in Google Analytics */