ad

Cover usa algoritmos para construir casas personalizadas para uso e terreno


Seu sonho de construir uma casa muitas vezes pode se tornar um pesadelo, pois envolve a contratação (e a coordenação) de um arquiteto, um engenheiro, uma equipe de construção e inúmeras visitas a lojas de materiais, além de ter que lídar com vários fornecedores e burocracia para obter a licença.

Você pode contratar um projeto adaptado ao seu terreno, mas isto vai implicar em tempo e custo muito maiores no final das contas. A Cover é uma empresa que busca simplificar ao máximo este processo, usando a tecnologia para construir casas fabricadas que são 100% personalizadas para o local onde serão construídas, levando em conta os dados geoespaciais do terreno e a posição do sol durante todo o ano para o posicionamento de paredes e janelas.

Para chegar no nível máximo de personalização, primeiro você preenche um formulário online contando em detalhes quais são os seus usos para aquela casa, ou para um novo quarto de hóspedes. No site, você pode escolher o tipo de acabamento do exterior e do piso, indicar o uso principal da casa (ou quarto extra) como lounge, sala de exercícios, escritório, sala de jogos, quarto de hóspedes ou até um ambiente criado para ser alugado no Airbnb. Quando você coloca o seu endereço (nos Estados Unidos), o site já mostra a localização exata do seu terreno, e está tudo pronto para começar o processo.

Depois de feito o pedido, a Cover vai até o seu terreno, e faz uma avaliação e digitalização completa do local, e todos os dados são inseridos um software proprietário, que analisa todas as (melhores) possibilidades. O projeto é entregue em alguns dias, ao invés de alguns meses, incluindo imagens renderizadas e um orçamento completo.

Se estiver tudo ao gosto do cliente, eles literalmente correm atrás de tudo que for necessário, desde as licenças de construção até a montagem final, terminando a construção em alguns meses (ao invés de alguns anos). A Cover garante que custo final da construção é reduzido pela simplicidade do processo, e ausência de intermediários ou atravessadores.

Fica aqui o meu aplauso pela iniciativa, só espero ver algo parecido no Brasil um dia, ou a quem sabe até esta empresa trabalhando por aqui. Saiba mais na Cover.

Via Dezeen.

Autor: Nick Ellis

Compartilhe
 
 
/* Track outbound links in Google Analytics */