BlackBerry TWD, quer dizer, KeyOne

A TCL, que é dona da marca BlackBerry, escolheu o MWC em Barcelona para mostrar o BlackBerry KeyOne, um novo smartphone intermediário com tela de 4,5 polegadas e teclado físico, além de um preço bem salgado para o seu hardware.

Além de digitar seus textos e mensagens com rapidez, o teclado pode ser usado como um touchpad, para deslizar por sites sem encostar na tela. A barra de espaço também funciona como leitor de digitais. O design é bem curioso, com uma grande tela e o teclado, mas certamente

Por dentro o BlackBerry KeyOne tem processador Snapdragon 635 com bateria de 3505 mAh, que promete uma excelente autonomia, além de contar com carregamento rápido. Ele também tem 3GB de RAM e 32GB de capacidade, mas o obrigatório slot para cartões microSD. A câmera principal tem sensor Sony de 12 megapixels e foco automático, enquanto a câmera de selfies tem 8 megapixels e flash.

Este smartphone roda o Android 7.1 Nougat, e você pode programar as teclas para abrirem apps que você mais usa, ou os contatos que você mais conversa. O KeyOne também vem com vários apps da BlackBerry instalados, incluindo o DTEK, que monitora seus outros apps e permite que você coloque senhas em cada um.

Este aparelho é uma grande aposta no velho público da BlackBerry, se é que eles ainda existem, com o apelo de ser um Android. Aliás, não um Android qualquer, pois a BlackBerry/TCL garante que este é o Android mais seguro do mundo.

O BlackBerry KeyOne deve encontrar seu público, pois me parece um aparelho interessante para quem gosta da BlackBerry e de teclados físicos, o maior problema é mesmo o seu preço de US$ 549 (lá fora). Saiba mais no site da BlackBerry Mobile (by TCL).

Clique abaixo para ver o vídeo de apresentação.

Autor: Nick Ellis

Compartilhe
/* Track outbound links in Google Analytics */