Review: Moto G Music Edition, feito sob medida para quem gosta de música

moto_g_2

Eu simplesmente não sabia o que responder quando alguém me pedia uma indicação de um aparelho Android que fosse tão barato quanto eficiente, e que realmente funcionasse. Com o lançamento do Moto G, ficou fácil, pois ele é mais do que isto, ele é um smartphone de verdade, pelo mesmo valor que andavam cobrando por aí em aparelhos que não faziam o mínimo que o usuário precisava.

O processador quad-core Snapdragon S400 de 1.2 GHz garante o desempenho para rodar tranquilamente os aplicativos que todos usam no dia a dia, como Facebook, Twitter, Instagram e Whatsapp. O Moto G também tem tem 1GB de memória RAM, além de conectividade Bluetooth 4.0 e Wi-Fi 802.11 b/g/n. Com estas especificações, ele consegue fazer praticamente tudo o que se espera de um smartphone Android topo de linha, mesmo sendo um aparelho bem mais acessível.

Pesando pouco menos de 140 gramas, o aparelho tem uma curva nas laterais para facilitar a pegada, assim parece ser mais fino do que os seus 11,6 mm. A versão que recebemos para testes é a Music Edition, que vem muito bem acompanhada pelo headset Tracks Air da Sol Republic (na cor branca), personalizado especialmente para a Motorola. Este fone de ouvido tem ótima qualidade e funciona em uma distância de até 45 m do Moto G.

O preço oficial do Moto G Music Edition é R$ 999, mas o DD conseguiu um belíssimo desconto, R$ 832,22 à vista ou R$ 749,00 no boleto ou bankline, mas corra, pois esta oferta só é válida até amanhã (18/02) no fim do dia.

moto_g_3

O smartphone tem 16 GB de capacidade, mais do que suficiente para instalar vários aplicativos, e ainda ter espaço para suas músicas, filmes, séries de TV favoritas, mas é uma pena que ele não conte com um slot para cartões microSD. A Motorola também lançou uma versão do Moto G com 8 GB, mas esta eu não recomendo, por você vai acabar ficando sem espaço para nada.

A tela de 4,5 polegadas tem cores vibrantes e vidro Gorilla Glass resistente a arranhões, além da tecnologia Splash Proof, o que torna o smartphone resistente a espirros d’água, ou seja, ele é ideal para a mesa do bar. A tela tem boa resolução de 1280 x 720 pixels com densidade de 329 pixels por polegada, o que supera inclusive a tela retina do iPhone com seus 326 ppi.

Apesar de não serem os pontos fortes do aparelho (e nem da Motorola), as câmeras funcionam de forma aceitável, desde que suas expectativas não sejam muito altas. A câmera traseira tem 5 megapixels e flash LED, além de HDR e gravação de vídeos em câmera lenta. A câmera frontal de 1.3 megapixels funciona bem para chamadas em vídeo e hangouts.

Com a tecnologia CrystalTalk, você tem uma maior clareza nas suas conversas de voz. A bateria de 2070 mAh tem desempenho adequado, durando o dia inteiro sem problemas, e a não ser que você seja alguém que realmente usa o aparelho o tempo todo, não precisa se preocupar em levar uma bateria extra.

Para quem gosta, o aparelho também é dual sim, e pode ser usado com duas linhas independentes, inclusive fazendo a separação dos seus contatos pessoais ou profissionais. Mesmo com a venda da Motorola para a Lenovo, o Moto G continua sendo uma ótima opção, pois apresenta excelente custo/benefício e tem upgrade garantido para o Android KitKat.

tracks_air

Tracks Air

O headset Tracks Air é equipado com NFC, mas o Moto G infelizmente não conta com o recurso, ao contrário do seu “irmão maior”, o Moto X. Não é algo que faça muita falta, mas é uma praticidade a mais poder parear o fone de ouvido com o smartphone com um simples toque, e como o Tracks Air é vendido com o Moto G, realmente fica aquele gostinho de quero mais.

Nos meus testes com o Moto X, pude usar muito o recurso NFC do Tracks Air, e o resultado foi muito satisfatório. Mesmo sem o NFC, é simples e rápido fazer o pareamento com o Moto G ou qualquer outro smartphone equipado com Bluetooth. O fone conta com instruções em áudio e avisa (em inglês) quanto tempo você ainda tem de bateria, o que é realmente muito útil para você não ficar na mão sem ter o que escutar. Caso seja necessário, também pode usar os fios que acompanham o headset, algo muito útil quando a bateria acaba e você está na rua.

Quem está procurando recursos mais avançados, deve optar pelo Moto X, pois o Moto G só conta mesmo com o recurso Assist, que deixa o smarphone no modo silencioso no seu período de sono ou em uma reunião, e também pode mandar mensagens automáticas para avisar que você está ocupado. Ou seja, esqueça recursos como acordar sozinho quando você falar “Ok, Google Now”, ou as notificações ativas que aparecem na tela AMOLED do Moto X. Se você quiser a minha opinião sincera, tudo isto faz menos falta do que o NFC.

Se você gostou do Moto G Music Edition, compre com desconto por R$ 749,00 no boleto ou bankline, mas como eu disse antes, é bom se apressar, pois esta oferta só é válida até amanhã (18/02) no final do dia!

Leia também aqui no DD:
Review: Moto X, um smartphone completo por um preço muito acessível

Autor: Nick Ellis

Compartilhe
/* Track outbound links in Google Analytics */