Project Christine: Razer apresenta PC que pode ser configurado em módulos

project_christine_dd_1

Imagine montar um computador poderoso para games, como se estivesse brincando com os seus filhos ou sobrinhos, e o melhor, que pudesse ser facilmente atualizado com tudo o que existe de melhor no mercado? O Project Christine é um projeto para um computador verdadeiramente modular, onde os módulos são componentes da máquina como processador, placa gráfica, mais memória ou um disco rígido ou SSD.

Quando você encaixa o módulo pela PCI-Express na estrutura principal do Project Christine, ele é automaticamente adicionado as configurações do computador, e você também pode configurar o sistema como quiser, usando placas gráficas em conjunto ou discos SSD em RAID. Cada módulo com com seu sistema de resfriamento, o que permite que os componentes já sejam vendidos com overclock, além de manter o sistema silencioso.

project_christine_dd_3

Com o tempo, quando você precisar atualizar alguns componentes, vai poder manter a estrutura principal e só trocar os módulos. O único problema é que o gamer vai depender da Razer para lançar os módulos mais recentes, mas a empresa garante que eles poderiam ser personalizados pelo usuário. O Project Christine pode rodar vários sistemas operacionais, que também são adicionados pelos módulos. O projeto ainda é apenas um conceito e pode nunca ser lançado comercialmente, mas eu torço para que seja, pois ele é bastante promissor.

Este conceito de PC modular me lembra muito o Level 10, um outro protótipo criado pelo estúdio de design BMW Designworks USA e pela Thermaltake, que mostramos aqui no DD uns 5 anos atrás.

Saiba mais sobre o Project Christine no site da Razer.

Via PC World.

Clique abaixo para ver o vídeo de apresentação e outra imagem do projeto Christine.


project_christine_dd_2

Autor: Nick Ellis

Compartilhe
/* Track outbound links in Google Analytics */